Super alimentos significam super performance?

O termo “super alimento” está cada dia mais difundido pela sociedade, no entanto gera opiniões contraditórias sobre a sua definição ciêntífica, estando geralmente associada a alimentos de elevado teor nutricional e com beneficios para a saúde.


No entanto, é importante estar ciente que não serão estes a “solução” para uma vida mais saudável, tão pouco serão os potenciadores de uma melhor performance desportiva, de forma isolada.

Sabe-se, contudo, que podem auxiliar-nos a atingi-la de forma mais eficiente. Um regime alimentar, quando adequado e variado, pode, em circunstâncias normais, fornecer todos os nutrientes esssenciais ao correto funcionamento e manutenção do nosso organismo.


Todavia, face ao estilo de vida atual, à exposição a poluentes ambientais ou stress, muitas vezes não conseguimos obter todos os nutrientes necessários a esse funcionamento, sendo importante recorrer à suplementação alimentar, nomeadamente a alimentos mais ricos nutricionalmente em alguns compostos, denominados por isso de “Super Alimentos”.


Estes são um conjunto de alimentos que contêm teores superiores de fitonutrientes (nutrientes de origem vegetal), com inúmeras vantagens para o organismo. Sendo riquissímos em vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos gordos essenciais e antioxidantes,permitem uma melhoria significativa da sua disponibilidade para o organismo, atingindo mais facilmente o bem estar físico geral.

Alguns exemplos e caracteristicas estão disponíveis na tabela 1.


superalimentos
Tabela 1

Apesar de não existir evidência ciêntifica associada à ingestão destes alimentos a melhores resultados esportivos e, reforçando que não substituirem uma alimentação regrada e equilibrada, estes alimentos poderão ser muito benéficos para quem procura complementar e variar a sua alimentação.


São muito versáteis, podendo ser introduzidos na alimentação na forma toppings para panquecas/crepes, a sumos, batidos, sopas ou de saladas.

Qualquer equipa de Nutrição pode auxiliar-te na escolha do(s) “super alimento(s)” mais adequado à tua modalidade desportiva, potencializando dessa forma melhores resultados.


Fala comigo aqui.



Sílvia Costa Coelho

Nutricionista Clínica e Desportiva [C.P.3756N]



--------


1. Parlamento Europeu e Conselho da União Europeia. DIRECTIVA 2002/46/CE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO, de 10 de Junho de 2002, relativa à aproximação das legislações dos Estados-Membros respeitantes aos suplementos alimentares. Jornal Oficial das Comunidades Europeias 2002

2.Farmácias Portuguesas. Superalimentos – o que são? [Internet]. [cited 2019 Jul 31]. Disponivel em: https://www.farmaciasportugue- sas.pt/menu-principal/bemestar/superalimentos-o-que-sao.html

3. M., L. Kathleen & ESCOTT-STUMP, Sylvia; tradução Andéa Favano. Krause – Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 11a edição. São Paulo: Rorlca, 2005

64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo